Posts tagged ‘viagem’

Diário de Bordo

Então.. já que agora estou do outro lado do mundo, resolvi, pelo menos tentar, fazer disso aqui um diário de bordo e compartilhar minha experiência aqui na terrinha de visão widescreen.

Saí de Recife na madrugada da quarta-feira em direção ao Rio. Passei o dia por lá e dei uma volta pelo Aterro do Flamengo. Puta calor insuportável no Rio! Acho que nem Recife consegue ficar tão quente. Os termômetros marcavam enlouquecedores 37 graus! :O fala sério, nem nordeste chega a tanto!!!! Tomei um banho porque precisava! Tava morta. Tirei um rápido cochilo e peguei o taxi devolta para o aeroporto, chegando em boa hora para pegar o vôo Air France para Paris.

8 horas que passaram até razoavelmente rápidas em Paris. Não tinha muito o que fazer então cedi as tarifas abusivas de internet em aeroporto. Acho que a grande maioria dos portões próximos eram para o oriente.. só se viam  chineses e japoneses em todo seus requintes fashion! Fiquei lá falando com mainha, painho, Manuca e amigos esperando a hora do meu vôo.

Cheguei na sexta-feira pela manhã. Como até então não tinha recebido resposta do pessoal da NE quanto ao meu transfer, temi que não tivessem recebido os dados do meu vôo por conta do ano novo chinês, pois o escritório estaria fechado. Felizmente lá estava uma chinesinha muito simpática segurando uma plaquinha com meu nome e sorrindo para mim. No caminho, a primeira impressão da cidade é que ela não tinha tanta cara assim de “China”. Não é como Japão que parece constantemente afirmar que você está num país asiático. Prédios altos de arquitetura básica porém não muito aglomerados. Carros de todas as marcas circulando. Restinho de neve nos canteiros e um frio de rachar!

Cheguei ao hotel, numa ruazinha estreita sem calçada, num dos centros históricos chamados Hutong. Ruas tradicionais e estreitas às margens de grandes avenidas. Nestas, muitas casinhas de cores escuras com elementos tradicionais cá e lá. A entrada do hotel era bem característica, assim como o interior. Estou no NE Courtyard até achar um apê para alugar. Depois de 2 dias viajando, eu estava MORTA! Implorando por um soninho descente. Não deu outra, desabei. Pouco depois alguém bate na porta do quarto. Era Nancy da NE International vindo me trazer um SIM Card para meu celular e cartão do metrô. Aproveitou para me levar até a esquina e me mostrar algumas lojinhas onde eu poderia comprar alguns suprimentos e carregar o celular. Ainda me disse que uma das estagiáriasde lá havia passado um tempo no hotel e poderia me dar melhores dicas. Quando acordei do cochilo, recebi uma mensagem da estagiária, uma finlandesa chamada Suvi. Mais do que simplesmente me dar dicas, ela largou do trabalho e veio até o hotel para me mostrar a vizinhança. Coisas uteis como banco, estação de metrô e Mc Donalds ;D Ainda aproveitou e me convidou para uma festinha de despedida de uma outra estagiária finlandesa, a acontecer no dia seguinte. Minha oportunidade de interagir com outras pessoas que falem inglês! Então comprei alguns suprimentos (chá e lamen :p) na lojinha e voltei para o hotel.

Ainda sofrendo com o jet lag, acabei dormindo cedo demais e acordando no meio da madrugada.. fiquei acordada até quase 1 da tarde e caí no sono denovo. Acordei já umas 5 horas, tive que me apressar para a festinha. Chegando lá, muita gente branquela com cara de escandinavo. Naturalmente, a GRANDE maioria do norte europeu. Pessoal muito simpático e prestativo. Acabamos a noite num pubzinho majoritariamente frequentado por ocidentais. No caminho tive a infelicidade de perder meu queridíssimo celular ): tava velhinho mas tinha enorme valor sentimental e um teclado qwerty com função de ctrl+c ctrl+v! (a melhor parte do falecido Nokia E61i).

Domingo precisei ir atrás de um novo celular com urgência. Pedi ao cara o mais barato da loja. Para que um celular descente cheio de teclas em chinês que me será inútil quando voltar para casa? Além do mais, eu queria fazer uma ligação com urgência!!! Então peguei um basicão da Anycall, marca de celular da Samsung na Coréia (não me pergunte porque simplesmente não se chama “samsung” como no resto do mundo, já que a marca é coreana mesmo). Logicamente não consegui a façanha de comprar um celular sozinha, meu mais novo amigo Simo, também finlandês, que já mora há 6 anos em Pequim e fala chinês me prestou auxilio. Depois fomos almoçar num restaurante chinês e eu fiz a besteira de mastigar um pedaço de pimenta sem querer (não me avisaram que era pimenta!) e chorei. Enfiando um monte de chá guela abaixo foi aliviando. Voltei para o hotel e novamente capotei na hora errada e acordei no meio da madrugada.

Segunda-feira, dia de compras! Tendo informado a minhas queridas companheiras de trabalho na Disney, Stacie e Dianna, que eu viria para Pequim, embora elas fossem de Xangai, me prestaram assistência e Stacie me apresentou outra ICP do Animal Kingdom que trabalhava na função de custodial, Ann. Outra chinesinha a-do-rá-vel! Chegou aqui as 10 da manhã junto com outra ICP (Shuang) do mesmo parque que falavam inglês muito bem (raríssimo aqui, ein?) e saímos para fazer compras. Antes de tudo fomos almoçar num restaurante LINDO! Como se não bastasse a semelhança dos chineses, todas as garçonetes ainda tinham o mesmo corte de cabelo e, com o mesmo uniforme, você nunca acerta quem tá atendendo sua mesa. Fomos num dos centros de compras que haviam cerca de 4 prédios com andares cheios de lojas e stands vendendo coisas lindas e baratíssimas! Porém barganhar é uma arte na China. Você pode fazer eles diminuirem o preço em até 1/3 do valor original. Claro, para estrangeiros eles não são tão flexíveis.. mas Shuang é pró nessa arte! E ela até se divertia fazendo isso! A bota que começaram me oferecendo por 180 RMB arrematamos por 60 RMB. Gente, isso é apenas 15 reais :O Uma botinha linda bege, estilo country, com uma gordinha de lado e um detalhe de crochê e peludinha por dentro para esquentar meus pezinhos. Comprei outros itens necessários para enfrentar esse frio porque, definitivamente, eu não vim preparada para enfrentar os -16 graus celcius que me pegaram na rua no domingo! Na primeira loja que paramos, porém, uma chinesinha muito mal educada me ofereceu uma bota por 330 RMB.. uma pena, a bota era linda.. porém eu não ia dar lucro para aquela criatura. Enquanto Shuang tentava barganhar, ela disse “você não precisa barganhar, diga a ela que é 330” ela ficou irritada e elas começaram a discutir.. Shuang disse “não sou tradutora, somos amigas”. Saimos bem chateadas. Logo em seguida, uma chinesinha da loja vizinha correu atrás de nós para dizer que a bota foi vendida a outra pessoa mais cedo por 120 RMB.

Terça-feira (vulgo hoje)! Ainda lutando contra meu próprio relógio biológico, acabei dormindo DEMAIS! Das 8:30 da noite às 2:30 da manhã e depois das 6:00 da manhã as 2 da tarde. Enrolei um pouco e fui na loja de conveniencia tentar me aventurar a colocar mais crédito no celular pois sem saber que apenas uma das operadoras ofereciam atendimento em inglês, eu comprei chip da que não tem (o que foi cedido pela NE e estava no cel que perdi tinha). Enrolada para saber, ao menos, meu balanço de conta, Dianna me ensinou a solicitar por mensagem sem custo… vem uma mensagem enorme com um monte de blablabla criptografado em chinês mas pelo menos eu sei que o número lá no meio são meus créditos. Enfim, fui lá fazer macaquisse para o cara da loja de conveniência me vender crédito e ainda carregar meu celular. Muito paciente e atencioso ele fez. Agradeci com um “xie xie” para praticar. haha. Mais tarde, Felipe me ligou para irmos comer pizza. Encontrei com ele na estação e fomos. Como sempre, me dando excelentes dicas para me virar em Pequim. E bem, agora cá estou… NOVAMENTE com horários TOTALMENTE errados. Já é madrugada da quarta, portando meu trabalho começa amanhã. Me esforçarei para estabelecer horários adequados mas a primeira semana está sendo realmente difícil.

Ah, não tenho muitas fotos para dispor.. é uma tortura por a mão para fora do bolso para tirar foto.. e eu ainda acabo esquecendo a câmera por vezes. Mas serão longos 6 ou 7 meses, terei tempo suficiente para tirar fotos, né?

 

Restaurante onde almocei com Ann e Shuang

Vendo as pessoas irem e vir durante 8 horas no CDG em Paris

Por enquanto é bom mas em breve enjoará. Preciso aprender a cozinhar

Uma ruazinha tradicional

On the road

On the way to Gravata

Early this month we had some free days for the Holy Week. My first plan was to meet up with the people from Vista Way (housing complext I was living in the Orlando) in Pipa – RN. But I ran out of money and I decided to stay with my dad.

My uncle’s girlfriend called me on friday morning saying “pack your things up, we’re downstairs waiting for you” and i was like ???? alright….

So I went to Gravata with my uncle and his girlfriend. We spent a night there and we end up in a Ivete Sangalo concert. Yeah, first time ever in a Axe concert. It wasn’t that bad though but no one can demand me to dance. It won’t work.

On saturday morning we picked up my cousins Pedrinho and Alice in Bonito-PE and went to Porto de Galinhas. We spent one more night in a cozy hotel named Aconchego do Porto.

On sunday afternoon we had lunch in our favorite bar in Maracaipe beach and went back home.

On the way to Porto de Galinhas

Mary and Alice racing. Surf class on the back.

Our favorite bar

Coconut! Coconut!

Alice & Me on the way back to Recife

Back to my uncle's and attacked by Bandido and Branca